Sindifisco-RN leva Reforma Tributária Solidária à arquidiocese de Natal

29 Junho 2018
(0 votos)

O Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, recebeu nesta segunda-feira (25) uma comissão de auditores fiscais do Rio Grande do Norte e da Fenafisco para conhecer a proposta de Reforma Tributária Solidária que a categoria pretende ver aprovada no Congresso Nacional. O texto prevê repactuação do bolo tributário, fortalecimento dos estados e municípios, tributação maior sobre as altas rendas e mais justiça social.

Depois de ouvir a exposição feita pelo Presidente do SINDIFERN, Fernando Freitas, e do Diretor Parlamentar da Fenafisco, Pedro Lopes, D. Jaime expressou total apoio ao projeto, que visa sobretaxar as riquezas e desonerar o consumo dos mais pobres “é um forte e justo mecanismo para a máquina pública recuperar sua força e competitividade”.

“Importantíssimo esse apoio da Arquidiocese. Queremos contar com a articulação da Igreja católica junto à sociedade, a fim de alavancar esta campanha de contornos apartidários, e fortalecer os debates sobre o assunto que é de extrema importância para o desenvolvimento econômico e social do País”, exaltou Fernando Freitas, presidente do Sindicato dos Auditores.

O SINDIFERN e a Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital – FENAFISCO trabalham juntos para fortalecer o Projeto da reforma que será encaminhado aos parlamentares, propondo fontes de financiamento do gasto social; tributação ambiental; aumento da tributação direta sobre renda e patrimônio; redução da tributação sobre o consumo; além de primar pelo reequilíbrio federativo e progressividade tributária.

“O atual sistema tributário vigente em nosso País penaliza os mais pobres e fragiliza o desenvolvimento das políticas públicas sociais, sendo, portanto, necessário corrigir estas anomalias com a aplicação de um sistema de impostos com caráter progressivo, decorrente da maior participação da tributação sobre a renda e a propriedade em relação à incidente sobre consumo”, explicou Freitas.

Para o diretor parlamentar da Fenafisco, Pedro Lopes, com o advento das eleições, é importante também inserir o tema da Reforma Tributária Solidária na pauta de discussão dos presidenciáveis.

Fonte: Sindifisco - SE

Ler 77 vezes